Constelação Sistêmica Familiar

A constelação sistêmica é um método psicoterápico que trabalha principalmente as emoções e energias inconscientes que influenciam nossas decisões. Seu alcance é diverso: tem sido usada tanto em tratamentos terapêuticos variados, como também na busca de soluções profissionais. O método sistêmico é tão versátil e abrangente que pode ser utilizado até no desenvolvimento de produtos, estratégias, soluções para criação de roteiros, divulgação e propaganda.

Por enquanto, a aplicação mais usual da constelação sistêmica refere-se ao trabalho com pessoas e as diversas questões de relacionamento interpessoal ou conflitos emocionais e de crenças pessoais. A dinâmica da constelação demonstra que existe uma ligação inconsciente que influencia mutuamente as pessoas que convivem dentro de um sistema: seja uma família, uma empresa, um departamento, uma cidade ou até um país.

Quando não ajustada, esta ligação exerce uma influência que traz conflito, dor e dificuldades, mantendo pessoas que criam um sentimento de codependência entre si. Quando ajustada, naturalmente as pessoas partem em busca de seus próprios caminhos de realização pessoal, de forma independente, respeitando os outros indivíduos, sem se sentirem na obrigação de agir ou reagir devido às atitudes dos outros.

A dinâmica da constelação deixa clara a necessidade da liberdade individual, do respeito aos papéis que cada um exerce e do limite entre o “dar e receber” nas relações, para que os grupos possam estar em harmonia. É uma libertação das próprias crenças limitantes e da necessidade de viver e agir pelo e para o outro. É uma liberdade madura e que provoca efeitos positivos em todos que se permitem desfrutar dela.